2.07.2018

Um desafio para 2018 (and beyond...)


Já há ano após ano que uma da minhas resoluções anuais é a de perder peso e comer de forma mais saudável. Mais quase que por um descargo de consciência e preocupação com saúde do que por insatisfação geral com o aspecto físico. Apesar do peso, nunca me senti muito infeliz com os quilos a mais e a comida sempre foi um grande refúgio e prazer para mim. No entanto, de há uns anos para cá, o aumento insconciente de peso tem sido mais acentuado e no final do ano passado recebi finalmente um grande choque quando vi o peso marcado na balança e os valores dos triglicérios acima do normal.

Este foi um choque que me abanou um pouco e me despertou para a triste realidade. Essencialmente, como consequência da minha vida sedentária, nos últimos 3 anos engordei cerca de 20 quilos! Foram cometidos muitos muitos erros que também se traduziram em dores articulares, valores elevados de triglicéridos e falta de condição física. 
Como tal, senti verdadeiramente que necessitava urgentemente de modificar hábitos e de me empenhar a sério na minha reeducação alimentar e adopção de hábitos mais saudáveis. Além disso, recentemente, o meu companheiro e eu começamos também a pensar que está na hora de começarmos a nossa própria família e isso, sem dúvida, que funcionou como uma importante alavanca para iniciar então as mudanças necessárias. Claro que tenho noção que a componente emocional também foi uma grande responsável por este aumento de peso mas essa é uma área que, apesar de não querer abordar aqui, também terá de ser trabalhada.

Então, em meados do mês de Janeiro comecei a tomar algumas medidas no sentido de iniciar esta jornada que acredito que irá ser longa e difícil. Geralmente sou uma pessoa muito reservada e tenho muita dificuldade em partilhar questões pessoais e, de certo modo, em pedir ajuda. Acho sempre que consigo resolver tudo sozinha e sempre tive dificuldades em lidar com as minhas falhas! No entanto, acho que será positivo para mim ir partilhando aqui no blogue a minha caminhada e os meus altos e baixos. De certo modo, a partilha com os outros poderá servir como uma motivação e também como uma forma de tornar o comprometimento mais sério. Assim o espero :)

O que mudou até agora:
  • Procurei ajuda profissional: comecei a ser seguida por uma nutrionista e ando a seguir um plano alimentar delineado pelas duas (por enquanto bastante flexível e pouco restritivo); comecei também um diário alimentar;
  • Inscrevi-me num ginásio (novamente): por enquanto ainda só estou a fazer cardio mas espero começar também a participar nas aulas de grupo (especialmente zumba!); eu gosto de ir ao ginásio e geralmente começo sempre cheia de vontade mas depois de 3/4 meses começo a perder a motivação; espero que isso não aconteça desta vez;
  • Voltei às caminhadas: ainda de maneira pouco frequente mas espero aumentar ao longo do ano;
  • Ando a cozinhar mais: um dos maiores entraves que existiu sempre na minha tentiva de praticar uma vida saudável, foi o facto de eu detestar cozinhar; é algo que não me dá prazer nenhum e dou sempre preferência a refeições rápidas de confeccionar; ando a tentar ganhar gosto pela cozinha e a não ver os momentos que passo a cozinhar como uma tortura;
  • Reduzir o consumo de refrigerantes: pode parecer algo fácil e óbvio para os outros mas deixar de consumir refrigerantes é sempre difícil para mim; sou extremamente viciada e, apesar de conseguir parar de consumir de tempos a tempos, acabo sempre por ter recaídas; vamos lá ver como corre desta vez;


Espero que me apoiem e ajudem nesta jornada :) 
E espero ir partilhando com vocês a minha evolução ao longo do tempo.
Aceito também sugestões de receitas, canais e blogues focados na temática, dicas pessoais, etc..


Podem acompanhar-me no: Twitter | Instagram | Goodreads | Facebook

4 comentários

  1. Olá Catarina!
    Fico contente que estejas no bom caminho para uma vida mais saudável!! Muita força! Vais conseguir! ;)
    Eu detesto ir ao ginásio, nunca me “puxou”, apesar de agora ate ser uma espécie de “moda” e eu ter incentivo e companhia para ir... mas ultimamente, após umas análises que me revelaram alguma falta de nutrientes (que explicavam o facto de andar muito em baixo e sempre cansada), passei a ter mais atenção, em especial à alimentação, pois passa-se o mesmo comigo: detesto cozinhar e tudo o que faço é sempre a despachar e nem sempre é muito saudável... :/ como não gosto de ginásio, passei a ir correr todos os fins de semana para um parque perto de minha casa, ou simplesmente fazer caminhadas, especialmente para apanhar sol, pois tive de andar a tomar vitamina D (também tinha défice)... :/
    Enfim, a ver se este ano recupero os níveis normais de nutrientes... :p
    Espero que também consigas adotar o estilo de vida mais saudável que desejas!! Muitos beijinho!
    Carolina

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada pelo apoio Carolina, do fundo do coração :) Eu por acaso não desgosto de ir ao ginásio...por outro lado detesto mesmo correr :P
      Pois, a alimentação acaba sempre por ter um grande impacto no nosso estado de espírito e às vezes nem nos apercebemos disso. Eu falta de vitamina D nunca tive mas tenho tendência para anemia o que também não é muito positivo.
      Espero que tudo corra bem contigo também e que consigas melhorar os teus níveis de nutrientes :) bjs

      Eliminar
  2. Olá Catarina!
    Muita força para esta etapa! Vais conseguir!
    Eu devia fazer o mesmo mas falta-me força de vontade e pronto, também sou preguiçosa!
    Força e vai dando feedback! Nós estamos deste lado para te apoiar ;)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Tita :) Pois, eu também sou um pouco..principalmente para cozinhar, mas tem mesmo de ser.
      Até agora está a correr bem mas ainda estou muito no início...mas sim, vou dando feedback ;) bjs

      Eliminar

Latest Instagrams

© Sede de Infinito. Design by FCD.